Cruzeiro paga jornalistas para falar bem do clube

Além de brigar dentro de campo para não ser rebaixado pela primeira vez na história para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro vive uma crise que extrapola as quatro linhas. O clube é investigado por fazer pagamento de dívidas utilizando o valor do contrato de atletas, sendo alguns deles menores de idade. A prática, segundo as leis trabalhistas, é ilegal.

Para melhorar a imagem do clube diante da torcida e não ter apenas críticas, a gestão de Wagner Pires de Sá pagava jornalistas e blogueiros para que só falassem bem do clube. Segundo a matéria do jornalista Rodrigo Campelo, do Globoesporte.com, o time mineiro fazia isso por meio de contratos que seriam para ações de publicidade do clube.

Leia mais: Revista Fórum

Contribua para uma mídia em defesa da democracia

visitas

Coluna

A cidade de Diadema, por força do contexto nacional, resolveu unilateralmente na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) suspender o isolamento social para algumas atividades econômicas. Contudo, a justiça suspendeu a deliberação do prefeito, fazendo valer a decisão do Governo do Estado....
Para a economista da Universidade Johns Hopkins, ministro Paulo Guedes está preso a dogmas ideológicos e mantém letargia para tomar decisões que afetam quem já está passando fome “E, para os defensores da calma e da serenidade, saibam: o momento é de urgência”, escreve a economista brasileira...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Contato

Herbert Schutzer schutzer@hschutzer.com.br