Sudão do Sul: Professor luta pela educação de refugiados

Com quase dez anos de experiência, o professor Koat captura a atenção dos alunos, batendo palmas e recitando o alfabeto em Nuer, sua língua nativa, seguindo com algumas frases cantadas em inglês. Ele acredita que as crianças aprendem melhor quando suas aulas são animadas e divertidas. “Ensinar as crianças não é fácil. Uso a música para que elas se divirtam e não se sintam entediadas. É assim que transmito a minha mensagem”, explica Koat, que passou as férias de verão dando aulas extras a seus alunos, através de um projeto da Plan International e de outros parceiros do ACNUR, a Agência da ONU para Refugiados.

Leia mais: Por Dentro da Africa

visitas

Coluna

A cidade de Diadema, por força do contexto nacional, resolveu unilateralmente na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) suspender o isolamento social para algumas atividades econômicas. Contudo, a justiça suspendeu a deliberação do prefeito, fazendo valer a decisão do Governo do Estado....
Para a economista da Universidade Johns Hopkins, ministro Paulo Guedes está preso a dogmas ideológicos e mantém letargia para tomar decisões que afetam quem já está passando fome “E, para os defensores da calma e da serenidade, saibam: o momento é de urgência”, escreve a economista brasileira...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Contato

Herbert Schutzer schutzer@hschutzer.com.br